Introdução a Lagos e Jardins Aquáticos
large-61

A tendência atual no paisagismo é de se usar cada vez mais a água em jardins, seja em forma de fontes, chafarizes, lagos, espelhos-d’água ou cascatas. Além de valorizar o imóvel, melhora o clima, atrai pássaros, forma um local de descanso e meditação. Espaços aquáticos podem ser encaixados em qualquer estilo de jardim, desde o formal francês até o tropical mais despojado. A água sempre se torna um foco de atenção no jardim, seja pelo barulhinho singular e relaxante, seja pela vida que a acompanha, na forma de plantas e peixes.

Quinta - plantas aquáticas (4)

Para fugir da correria do dia a dia, nada melhor do que construir um laguinho relaxante, um verdadeiro “oásis” de descanso. Hoje em dia, com as novidades do mercado e criatividade, podemos transformar espaços bem pequenos em pontos de água, se não puder construir um lago tradicional, escolha um laguinho pronto, ou até mesmo uma vaso com plantas aquáticas pode complementar o paisagismo.

Mas antes de se decidir pela implantação de um lago, deve ser considerada a manutenção necessária, incluindo sua freqüência e quem será responsável pela tarefa. Lembre-se que um lago descuidado pode virar criadouro de mosquitos e sapos, tornar-se local de proliferação de algas prejudiciais, além de emanar mau cheiro.

Os lagos podem ser muito baratos e práticos, como os de fibra-de-vidro ou plástico, nestes modelos, basta escavar, instalar a peça e os equipamentos corretamente e pronto. No entanto, os modelos mais tradicionais e que permitem maior liberdade de criação de formas e profundidades são os de lona e os de alvenaria.

O tamanho do lago, em geral, depende muito da disponibilidade de espaço, dos recursos financeiros e do tempo livre para a futura manutenção. Depende também da coerência do conjunto casa, jardim e lago, devendo ser implantado de maneira que não fique desproporcional, ‘roubando’ toda a atenção ou desaparecendo em um canto do jardim.

Escolha um local do terreno em que não haja tubulações subterrâneas de água, esgoto, assim como condutores elétricos, raízes grossas de árvores ou troncos podres. Caso haja alguma pedra não calcárea grande no lugar do futuro lago, procure integrá-la ao projeto que só ganhará com isso, em naturalidade e beleza.

Deve-se, por fim, respeitar o projeto da residência e do paisagismo, integrando o novo ambiente de maneira harmoniosa. De preferência, consulte um paisagista ou arquiteto que poderão criar, em conjunto, ambientes para receber os amigos, para leitura, descanso e outros fins.

Send comment

Newsletter

© Bamboo Garden - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por DCF2Brasil