Terrários: aprenda facilmente como fazer

Princípio básico para terrarios

Jardins verticais e mini-hortas já fazem parte do cenário das novas moradias, ou seja, espaços cada vez mais compactos. Este estilo de vida do século XXI, apesar de modernos, também dão a oportunidade do morador adaptar pequenas áreas verdes para quebrar os padrões totalmente urbanos de apartamentos e pequenas casas. Para que isso seja feito conforme o espaço disponível é que surgiram os terrários e eles já são a sensação do momento!

“Um terrário é basicamente um mini jardim construído em pequenos recipientes fechados e transparentes, onde se consegue visualizar toda etapa de um ecossistema (solo e vegetação) e no qual as plantas produzem seu próprio oxigênio através da fotossíntese.” Diz o especialista Roger Evangelista, proprietário do Jardim SP.

Para fazer um terrário é preciso alguns itens básicos, confira:

foto Google

Um recipiente de vidro aberto ou todo fechado (com tampa), substrato adequado ao tipo de planta que você vai cultivar, cascalho, pedrinhas e é claro, a muda das plantas. Também vai precisar de muita criatividade e inspiração, assim você pode adicionar uma história ao seu terrário, colocando pequenos bonequinhos representando pessoas, móveis de jardim, como por exemplo pequenos bancos, cestos, carriolas, fontes, areia e pedras coloridas, etc.

As espécies de plantas mais indicadas para terrários totalmente fechados são os musgos, samambaias, antúrios, entre outras, que se dão bem com ambientes úmidos. Para os abertos, utilizamos geralmente plantas de regiões desérticas como as suculentas, por exemplo.

Para a montagem, que apesar de simples requer muitos cuidados para que cada item seja colocado adequadamente ao espaço na ordem exata para que possa exercer sua função de maneira correta. Os pedriscos, por exemplo, devem vir como a primeira camada (aquela que vai ficar embaixo de tudo), pois servirá para drenar a água do fundo do pote. Em seguida vem a terra que tem que cobrir 1/3 do recipiente, depois serão feitas pequenas covas onde serão plantadas as mudas e o acabamento fica por conta de mais alguns pedriscos, cascalhos, pedrinhas ou areia.

foto Google

Cuidados necessários

A ambientação é a principal chave do sucesso de um terrário, pois cada tipo requer uma ambientação diferente. Ambientes fechados, que levam suculentas na composição não podem ficar em locais com ar não natural, como por exemplo ambientes com ar condicionado ligado a maior parte do dia, pois elas são plantas de clima seco e quente. Quanto mais luz (de preferência natural na parte da manhã), cerca de 2 a 3 horas por dia e água somente quando o solo ficar completamente seco. É necessário também ficar constantemente “de olho” nessa espécie para que ela permaneça forte.

Para os terrários fechados, a luz solar é basicamente proibida, pois dentro do vidro ocorre emissão de gases naturais e água (umidade), o que faz com que ocorram gotículas dentro do vidro e sinal de que tudo vai bem com o seu projeto. Caso o vidro esteja embaçado devido ao excesso de umidade, destampe-o por um tempo curto para que o excesso evapore.

foto Google

Viu como é simples ter um pequeno jardim dentro de casa? Agora ele só precisa de cuidado e muito carinho!

Tem dúvidas sobre a nossa publicação?

Deixe seu comentário no post!  

Fonte

Fotos

Send comment

Newsletter

© Bamboo Garden - Todos os direitos reservados - Desenvolvido por DCF2Brasil